Caminho das Indias, parte V e meia

Opa! Esqueci uma coisa super legal de Goa!

Na noite que passei sozinha e não tive coragem de ir na balada (mesmo pq era longe e precisaria de taxi caro) fiquei no hotel assistindo criquete. Gente, que jogo chato da pourra! Eu li as regras na Wiki e nem assim ajudou. Achei aborrecido do nível de baseball.

Pelo menos na tv. Porque no dia seguinte, estava na praia e aí vi uns meninos jogando, e até sentei pra assistir. Ao vivo, e amador, é muito legal! É mesmo que nem bete, que a gente jogava no sítio quando criança.

2014-05-01 16.30.23

2014-05-01 16.29.57

Na tv continuei achando chato, mas se alguém quiser jogar na praia ou no parque, me chama!

Advertisements

A copa do mundo é nossa

Com brasileiro, não há quem possa!

Eu achei que nem ia ligar de não estar no Brasil durante a copa. Que boba! Estou mesmo é morrendo de inveja e de saudade de casa. Mas enquanto eu vejo Beagá só pela tevê, estou aproveitando o que dá dessa copa.

Minhas coisas preferidas de ver a Copa do Brasil aqui de longe:

1. O Brasil está na moda. De bandeirinhas do Brasil distribuídas no bar, a Brahma vendida mais caro que cerveja alemã no supermercado, a até uma barraquinha de comida brasileira na estação central, a vida está mais fácil pros brasileiros com saudade de casa. Isso aí é uma coxinha, gente!

2014-06-12 20.03.38

2. As notícias das manifestações estão chegando aqui sim, e volta e meia tem amigo gringo postando no facebook reportagens tipo ‘o que você não sabe sobre a copa do brasil’ ou ‘o que significa o #naovaitercopa’. Várias pessoas já me perguntaram sobre o que está acontecendo, e se interessam, querem saber como está a situação. Copa também é visibilidade!

2014-06-12 21.13.44

3. A oportunidade de ver jogos de várias seleções com pessoas desses vários países, e de gente que já morou nesses países, e de gente que está torcendo porque tem simpatia por esse país.

Pela nossa mesa já passaram alemães, finlandeses, mexicanos, uruguaios, italianos, croatas, holandeses, indianos, paquistaneses, americanos, romenos, australianos, canadenses, e até brasileiros!…

Fico me lembrando de um campeonato brasileiro que eu acompanhei em Salvador, num projeto que tinha gente do Brasil inteiro, e era fantástico ter sempre alguém pra zoar – ou pra ser zoado. Aqui seria a mesma coisa se esse pessoal de fato gostasse se futebol em vez de ir no bar pela bagunça, mas tudo bem, que também pode!

2014-06-17 20.57.58

2014-06-28 18.50.27

2014-06-12 21.31.34

2014-06-18 21.33.24

4. Ver jogo como os alemães vêem. De ver jogo no escritório, com 70 pessoas reunidas e DUAS levantando pra comemorar o gol… a ir no estádio ver o jogo no maior telão do país e a galera cantando e gritando junto (bom, germanicamente, mas já foi algo).

2014-06-21 21.01.03

2014-06-21 21.06.23

5. Ver uma quantidade infinita de jogos. Como o horário dos jogos no Brasil é definido em função de quem está na Europa, quem se dá bem soy yo. Vi pelo menos um pedaço de 33 dos 48 jogos da fase de grupos, e acho que na 2a fase meu aproveitamento vai ser 100% fácil.

Vendo jogo na estação de trem:
2014-06-15 19.20.00

6. Andar de verde-e-amarelo e me destacar na multidão :) No Brasil todo mundo está de amarelo, mas aqui a minha camisa canarinho faz muito sucesso. As pessoas gritam ‘Brasilien!’ e mexem na rua. Ontem um cara abriu o maior sorriso pra mim no bonde. Melhor ainda é poder barbarizar na maquiagem porque ninguém me conhece mesmo :D

Brasil vs Camarões:
2014-06-23 20.31.29

Brasil vs Chile:
2014-06-28 15.44.27_2

Sim, está ficando mais grave :D

7. Apesar de toda a torcida contra – porque pode ter certeza, uma hora dessas só torce pro Brasil quem já está eliminado! – ver o Brasil ganhar, sofrido, nos acréscimos, com gol feio… mas ganhar ;D Bora, Brasil!

2014-06-28 18.54.06

Caminho das Indias, parte V

Opa! Antes tarde que mais tarde, segue a aventura indiana.

Nos dias que eu ia ficar sozinha, escolhi ir pra Goa, que é uma das partes mais ocidentalizadas, cheias de turista europeu e seguras da Índia. E eu também curto uma praia, então bora lá.

A praia, praia mesmo, eu achei bem marromenos.

 

2014-04-30 17.00.19

2014-04-30 17.06.19

2014-04-30 17.04.41

Essa parte era bem perto do hotel, e não tinha ninguém. De acordo com os taxistas que eu peguei, era baixissima temporada, todo mundo tinha acabado de ir embora. Nessa época, o que tem é só turismo interno mesmo. E aí, quando você acha a galera, é galera mesmo!

2014-04-30 17.15.26

Pode ser que eu tenha ido na praia errada, ou que os milhões de turistas europeus gostem mesmo é do clima e do calor. Mas, de modo geral, achei o lugar bem pouco turístico – aliás, todos os lugares por que passei. Gente, cadê as barraquinhas de souvenir? Até Goa eu não comprei nem UM ímã pra coleção, simplesmente por não encontrar em lugar nenhum! Aí quando vi essa barraquinha, entendi o drama. E a barraca fechada, claro:

IMG_4989

Muitos lugares com placas de ‘fechamos por esse ano, volte ano que vem’. Talvez a culpa não seja de Goa, seja mesmo da época que eu escolhi visitar.

IMG_4987

Eu não pude entrar na água porque 1. estava sozinha, e 2. estava de biquini. Eu até já tinha comprado um sari, mas sem chance de entrar na água com meu lindo sari novo :D Eu sabia que os indianos entram na água de roupa e tudo, mas ainda assim foi meio chocante assistir. Olha aí essa moça num lindo sari rosa e completamente ensopada.

IMG_5004

Uma das coisas que eu acho mais importantes e bacanas de viajar ou morar em outros lugares é entender que não existe só uma forma de fazer as coisas; e como não existe só uma, também não existe a certa. Comer com garfo e faca, ou com as mãos? Nadar de biquíni, ou de traje completo? Pagar bebida pras meninas, ou cada um paga o seu? Pode ficar na balada, ou não pode? Talvez a Índia tenha sido o lugar que eu visitei que é mais obviamente diferente do Brasil, as diferenças são gritantes. Mas acho que é justamente isso que me atrai :D

Se a praia não me encantou, vamos ali visitar a cidade porguesa?

Muito lindinho o bairro português! Eu me senti numa Ouro Preto meets Salvador. Quantas flores, quantas casas coloridas! E quantas coisas com nome em português :D

IMG_4964

IMG_4977

IMG_4970

IMG_4971

IMG_4973

IMG_4976

IMG_4979

Também muitas igrejas e catedrais. Essa dos sinos, gente, que vontade que deu de soar os sinos e sair correndo! :D

IMG_4963

Olha só que cara de Ouro Preto… fiquei morrendo de saudade da primaiada :D

IMG_4922

IMG_4927

IMG_4940

IMG_4960

IMG_4975

A melhor parte de ir nessas igrejas foi entrar num lugar que eu entendia. Depois de quase uma semana de cultos totalmente desconhecidos e impenetráveis (porque eu pergunto, mas nem sempre a Lakki responde), foi um alívio mental estar num lugar onde eu sabia o que acontece, entendia as partes, e até conhecia vários dos santos e santas nos quadros e esculturas. Até achei a pia de água benta pra me benzer :D

Okeeey, se as praias não são grande coisa e a parte portuguesa é que nem Ouro Preto, o que bombou em Goa? A comida, aaaah, a comida.

Primeiro de tudo, barraca de coco por todo lado. E os caras sabem quais cocos tem carne dentro e quais só tem água! Como é que essa tecnologia não chegou no Brasil ainda!?

IMG_4910

2014-05-01 15.04.11

A comida de Goa é uma mistura de português com indiano, uma delícia. Esse peixe goano foi uma das melhores coisas que eu comi na viagem inteira, sem contar a vista linda pra praia e um cardápio em português. Anotem aí, o restaurante chama Souza Lobo.

IMG_4913

Resumindo a visita: acho que nem vale a pena gastar tempo de Índia em Goa, apesar da comida fantástica. Mas foi bom conhecer :D

O caso do motorista simpático

Pra reabilitar 47 outros motoristas biltres que adoram fechar a porta devagarinho na nossa cara quando a gente está chegando esbaforido no ponto… postei no facebook mas também queria escrever aqui!

Fui no mercado comprar lindas frutas. Botei tudo na sacola. Quando estava chegando o bonde, a esperta aqui derruba a sacola e tudo se esparrama pelo chão… abaixei pra catar pela calçada meus morangos e cerejas, resignada, olhando pros morangos perdidos embaixo do bonde e pensando que ainda por cima ia ter que esperar o próximo… quando vejo o *motorista* agachado no chão comigo catando cerejas!! Ele nao só parou e atrasou o bonde, como veio catar frutas no chão comigo!! Chegando em casa, foi só lavar :D

Ah!, (de vez em quando) a Alemanha! <3

2014-06-03 19.00.02