Caminho das Índias, parte II

Aviso: meu feminismo é super a favor de clipes nos quais os gatinhos sensualizam :D

Mumbai teve minha primeira experiência de multidão. Resolvemos ir na praia no domingo à tardinha. Gente do céu – sabe lotado? Sabe MUITO lotado? Lotado do tipo ‘reveillon em Copacapana’ lotado? Então, tipo isso, mas num domingo qualquer à tarde.

Eu não tive coragem de chegar no mar pra ver se era legal, poluído ou não – o mundaréu de gente me tirou a boa vontade. Olha isso, minha gente.

IMG_4748

IMG_4749

Importante notar que as pessoas estão DE ROUPA na praia. Em Goa deu pra ver (e tem fotos pra mostrar) que as pessoas nadam de roupa mesmo. Voltaremos a esse tópico.

Pelas fotos, parece que é uma agradável tarde de primavera européia, tipo 15 graus no sol, né? Naaaaaão, gente! Estava de noitinha, então tinha ‘refrescado’ – tipo 38 graus. E úmido. E essa galera de roupa! Isso me deixou muito impressionada na Índia – mesmo durante o dia, mesmo o pessoal que trabalha no sol… todo mundo vestidíssimo. As mulheres E os homens – todos de calça e camisa, muitas vezes manga comprida. No comprendo, mas acho justo.

(e depois fiquei pensando que essa ‘compostura’ das pessoas dá uma impressão muito menor de pobreza que as nossas cidades de interiorrrr nas quais as crianças andam quase peladas, e os adultos usam muita pouca roupa)

Highlights da praia: tomar água de coco : ) Curiosidade – na Índia, ao contrário do Brasil, você pode pedir pro moço um coco como você quiser – ou muita água, ou muita polpa – e eles dão umas balançadas nos cocos e acertam sempre. Eu sempre pensei que não era possível que você trabalhasse com coco todo santo dia e não tivesse como saber pela experiência o que um coco tem dentro… bom, na Índia, eles sabem.

IMG_4757

Na beira da praia tem um monte de barraquinhas de comidas, bebidas, sorvetes… que tristeza a minha de não poder comer e beber nada (pro coco eu fiz uma exceção, lógico)! Mas examinando bem, a vontade até passa um pouco. Pois então, vejamos – dá pra ver essa banquinha de raspadinha e sorvete atrás de mim, na primeira foto? Na segunda foto dá pra ver os sucos em garrafas pet sem rótulo :D É coisa de interiorrrr ou não é? : )

IMG_4759

IMG_4760

Pra fechar Mumbai, mais dois tópicos…

No hotel, estava começando uma feira de casamento. As pessoas visitam a feira, olham os serviços, e contratam. Porque acordamos cedo, chegamos no comecinho da feira e fomos suuuuper bem tratadas :D Tinha um milhão de flores (tudo que está nas fotos é flor ‘de verdade’) e tudo é tão lindo!

IMG_4640

Quando você se casa, tem esse banquinho onde os noivos ficam, e as empresas de casamento fazem esses banquinhos com todo tipo de decoração atrás… cada um mais lindo que o outro. Disse a moça que era muito auspicioso tirar fotos no banquinho pra arranjar casamento! :D

IMG_4643

Tinha umas moças fazendo mehendi (que é como eles chamam henna na Índia, ninguém chama de henna =/) e elas toparam fazer uma ‘amostra’ na gente. Cara, não dá pra explicar como é ter henna feita por uma profissional – a rapidez da moça, a precisão do desenho, a harmonia, a graça do desenho. Eu achava que as noivas ficam dois dias e meio pra serem pintadas inteiras de henna – que nada, elas são super rápidas, e trabalham em equipe. Parece que dá pra ‘fazer’ uma noiva em 4 horas : )

IMG_4646

A mehendi da Lakki sendo feita:

IMG_4651

A minha, com a henna secando e depois dela cair:

IMG_4688

IMG_4786

Tem coisa mais bonita?

(só pra constar – no final da viagem fiz de novo com uns moços na feira, em Jaipur… me mostraram uma pasta com os vários estilos, eu escolhi, e odiei – o moço ignorou tanto o que eu falei quanto o motivo que eu escolhi, e fez um serviço porco, que eu tirei logo depois. ou seja, não é fácil fazer isso não, é que eu realmente peguei uma artista)

Também passamos por um moço que fazia pulseiras e acompanhamos todo o processo, totalmente manual. Legal demais e sai de lá com uma pulseira :)

IMG_4657

IMG_4672

Pra fechar Mumbai, um pouco de comida boa da Índia…

Fomos numa pizzaria no Marine Drive (que é bacaninha mas nada demais). Gente, o que foi isso?

IMG_4630

Primeiro, o milkshake / lassi de manga. Cabe dizer que a fruta nacional da Índia é a manga, que estávamos em época de manga, e eles tem uma tal de manga Alphonso que é o rei das mangas. Cara, nunca me esquecerei da manga Alphonso. Esse negócio aí é um lassi com uma bola de sorvete de creme flutuando em cima. Minha cara de alegria define.

IMG_4632

IMG_4631

E pra comer, uma pizza Chicken Tikka Masala. Lembrando que eu nem sou fã de pizza! Foi uma das melhores pizzas que eu já comi e eu fiquei o resto da viagem todo querendo repetir o pedido. Sim, comida indiana também é quentinha, crocante e gostosa!

IMG_4634

Advertisements

2 thoughts on “Caminho das Índias, parte II

  1. Por que você não podia comer nem beber nada? Toda vez que você descreve o clima indiano eu penso na minha cidade natal: Teresina. <3

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s