Noticia um: voltou a ficar gelado de manha, fazendo fumacinha, e na previsao dos proximos dez dias nao tem um so’ dia de sol.

Noticia dois: ontem descobri que existem adjetivos que sao dativos. Sabe aquele negocio que mim nao faz nada? Pois entao, no alemao faz e ‘e, desde que o adjetivo seja dativo. Quer dizer, pra usar ‘schwindlig’, que quer dizer tonto, voce tem que dizer ‘mir is schwindlig’ (mim esta’ tonto) ao invez de ‘ich bin schwindlig’ (eu estou tonto).

Entao estamos ai, tontos e com frio. Nhe’.

Advertisements

O dia em que a casa caiu

Então, não foi a casa, mas um prédio bem antigo aqui em Frankfurt.

Postaram a notícia em vários lugares e geral foi ver. Quando eu digo geral, digo geral mesmo! Eu estava (pra variar) atrasada e não sabia bem onde era o lugar; foi só acompanhar todas as pessoas que estavam levando as crianças numa mão e as câmeras na outra e sair correndo pela rua.

IMG_4237

Todo mundo acordou cedo pra ir ver

IMG_4240

E a galera? ô ô

Não tinha como chegar de tram até essa área onde dava pra ver o prédio, então foi todo mundo a pé. Tinha gente nas varandas dos prédios próximos, e até em cima de tetos.

Apesar da minha atrasadice crônica, deu pra ver a implosão inteirinha e até filmar. Estava marcado pra dez e meia da manhã, e demorou um cadinho – o prédio veio abaixo mesmo às 10:33. Enquanto isso, as crianças ansiosíssimas, fazendo contagem regressiva como se fosse reveillon. Muito bacana!

IMG_4239

Prédio antes

E segue meu video:

Legal como o prédio desmonta em silêncio, antes de chegar o barulho da explosão. Buuuuum!

Além de isolar uma área enorme em volta do prédio durante a implosão, também tomaram cuidados especiais com os prédios em volta e com a poeira. Durante a explosão, explodiram também 24 tanques de água, pra ajudar a baixar a poeira. Inteligente, ne?

Algumas horas depois liberaram a área e voltamos pra tirar fotos. Apesar da água, muita, muita poeira. Dá pra ver nas fotos seguintes como as árvores e as plantas ficaram.

IMG_4257

Prédio do lado, ‘encapado’

IMG_4253

Levantou poeira!

Deu um pouco de dó. Mas ao mesmo tempo, achei muito legal poder ver ‘ao vivo’ uma coisa dessas. Oportunidade única, né?

IMG_4252

Só sobrou isso

Encontrei também esse vídeo (em inglês) que é mais profissional que o meu:

Feliz dia internacional das mulheres!

(atrasado, mas antes tarde que mais tarde)

Esse ano nao precisei me irritar com um presente rosa da empresa, mas em compensacao me irritei bastante no facebook. Gente, anotem ai no seus caderninhos: dia de minoria* nao ‘e dia pra voce parabenizar essa minoria usando os estereotipos mais superficiais que voce conseguir encontrar. Nao. Errado. Nao ‘e assim que faz.

Dia de minoria serve pra gente pensar sobre a situacao dessa minoria, celebrar o que ja’ conseguimos, e criar coragem pra o que ainda falta conquistar.

Anotado?

***

Eu tenho um monte de amigos engenheiros, certo? Gente que gosta de estudar, de aprender coisas novas. Gente que entende a importancia da pesquisa e do conhecimento. Gente que normalmente sabe usar o Google.

Dai um desses mocos me faz o favor de postar uma mensagem rosa, com flores e uma mulher sexy, dizendo ‘esse dia ‘e apenas pra lembrar o quanto temos que agradecer a voces todos os dias pelos carinhos, cuidados e alegrias que proporcionam a cada um de nos!’.

Tudo bem se voce escolheu ser machista e babaca justamente no dia internacional das mulheres. Todo mundo tem o direito de ser babaca. Agora, nao va’ me dizer que voce tambem escolheu ser ignorante. Porque esse dia nao ‘e apenas pra te lembrar de nada. Esse dia nao ‘e seu, cara palida. ‘E muita falta de nocao querer se apropriar de um dia que nao ‘e seu, e deturpar seu significado na cara-de-pau.

E nao precisava nem eu lhe dizer isso, era so’ olhar no Google.

***

Muitas vezes as pessoas me criticam por eu nao ter jeitinho. Nao falar delicadamente que voce pode, quem sabe, talvez, estar sendo machista. Por eu puxar discussoes com os amigos em qualquer oportunidade, por eu nao deixar passar. Outro dia alguem disse que eu sou ‘intolerante com os intolerantes’ (foi uma critica, mas depois fiquei achando com tanta cara de elogio :). Tive ate’ amigo que parou de falar comigo.

E eu fico pensando se eu nao sou uma chata de galocha politicamente correta. Pensando se eu devia ficar quietinha.

Mas sabe? Nesse dia das mulheres eu ouvi elogios de pessoas que eu gosto e admiro. E eu quero continuar gritando, sim.

* foda chamar a gente de minoria, mas se for considerar cargos politicos e de comando, somos sim bem menos da metade =/

Grill Party

Então, no final de semana fui ao meu primeiro churrasco alemão.

Que de alemão teve pouco – acho que eram três alemães entre umas 15 pessoas. Mas como a dona da casa é alemã, e é o único churrasco que eu fui enquanto estou aqui, vai ter que servir pro post.

Na grelha, as famosíssimas salsichas alemãs. Eu tinha uma certa expectativa de que alguém fosse cortar em rodelas e colocar num pratinho… que nada, alguém sacou uns pães e comemos a salsicha dentro do pão mesmo, com mostarda, como de praxe. Uma das meninas fez uns espetinhos (deliciosos) de carninha de porco com temperos; também teve gente que levou uns bifes.

Também teve um pseudo pão-de-alho-sem-alho – é como se fosse pão de alho, mas com krauter butter (manteiga com ervas) dentro. Eu já comprei esse pão-sem-alho no mercado e fiquei decepcionada por não ter alho (dã), mas dessa vez eu estava preparada e hoje em dia sou fã da krauter butter : )

Eu ando numa onda saudade-do-Brasil, então estranhei não ter farofa nem vinagrete… mas em compensação, teve músicas de churrasco e caipirinhas.

As músicas de churrasco são de um moço colombiano (shakira shakira) que normalmente toma conta do som. Ele adora um Michel Teló – e às vezes rola até um Los Hermanos nas festinhas. Tive nada coisso não!

Mas com as caipis, eu tive : ) Fiz um mundaréu de caipis de limão e de morango, porque eu adoro caipi morango e não ligo pro fato de não ser caipi de verdade. E o que mais me deixou impressionada no churrasco…

Eu disse pra anfitriã que ia precisar de muito gelo, e ela me deu um saquinho de 3 quilos de gelo triturado. Três quilos, gente, pra um churrasco de dia inteiro, 15 pessoas! Bora lá trabalhar e comprar mais gelo mais tarde. A primeira coisa que eu fiz foi fazer aqueles furinhos no fundo do saco de gelo pra escorrer a água. E a segunda foi assuntar se tinha um isopor pra colocar o gelo – e um moço respondeu, precisa não, o sol já está se pondo.

Tem idéia do que é o gelo não derreter nem nos copos? As pessoas apareciam pra próxima rodada de caipis com seus copos cheios de gelo! E olha que, fora um moço que tem uma ex-namorada brasileira e (coincidentemente) estava enchendo a cara de cachaça, o pessoal demorava pra aparecer. Furinho pra escorrer o que mesmo? Horas de churrasco e o saco de gelo deu conta. Como pode!? Fiquei abismada!

***

Sim, o sol chegou, mas calor que é bom também, ainda nada. Piadinha que ouvi no churrasco – diz o alemão que mora em Frankfurt: ‘adoro o verão, é meu dia preferido no ano’ : )