Boxen oder Capoeira spielen?…

Iniciando o projeto ‘vamos levar a vida a serio porque as ferias acabaram’, segunda fui na aula experimental de capoeira, e hoje fui na aula de boxe (e amanha nao vou trabalhar de tanta dor no corpo). O pacote de aulas de danca do ventre acabou e eu decidi nao continuar. Primeiro porque e’ longe e o inverno vem chegando. Depois que, como sabemos, eu era a melhor aluna da turma, e nao é que de repente eu virei um talento da dança. É que a turma é ruim com força, mesmo.

Como tem duas academias aqui do ladim de casa, resolvi ver decolé e decidir com base nos fatos.

A aula de capoeira foi bem legal. Já digo de uma vez: nao amei nao. Já desconfiava que não ia amar – depois de morar um tempão em Salvador e nem ligar, não ia ser aqui que ia me dar uma vontade incontrolável de jogar capoeira, né? Mas achei super divertido os alemaes cantando em portugues, o instrutor chamado Escorpiao (eiiixxxx-cor-pe-auuuun, com sotaque alemao) nascido e criado no bairro, o pessoal aprender sobre a cultura brasileira (tem um monte de fotos de Salvador). A aula comeca ‘as oito, horario brasileiro – ou seja, umas oito e dez. Eu achei que era uma academia pequena, mas tinha bem umas dezoito pessoas na aula, a grande maioria alemaes mesmo. Eu fui a unica brasileira. E me trataram super bem, bateram papo, uma das instrutoras até brincou que vai ser ótimo eu ajudar a traduzir as músicas que eles cantam (sim, eles se importam com as letras do que estao cantando – e eles cantam marinheiro só). Outra coisa que achei ótimo é que eles brincam bastante entre si durante a aula, coisa que eu nunca vi aqui na Alemanha. A Fe tinha me dito que capoeira nao é só um esporte, é mais, e senti isso mesmo. Tem muitos eventos e na academia tem atividade todo dia – dois treinos por semana, mais aula de danca, mais aula de musica, mais treino livre aos domingos – tudo isso dentro da mensalidade. Importante: as meninas tem tudo barriga sequinha. Ponto pra capoeira!

A aula de boxe… na verdade acho que nao é boxe, chama fitness boxe e nao vi a instrutora corrigindo os movimentos de ninguem. Acho que é pra ser aeróbico mesmo – mas como é aeróbico! Corre, pula, soca, faz abdominal, chuta, corre. Só nao pulei corda! :) A aula só tem meninas, umas dez. Eu achei a aula mais divertida que a capoeira; gostei de treinar socos e chutes e afins. É bem estilo academia – voce chega, faz sua aula, vai embora. Duas das meninas foram super simpaticas comigo, mas a professora mesmo mal falou comigo (e ela tem um olho de cada cor! é lindo!). Achei meio ruim a separacao de meninos e meninas (até porque pros meninos tem aula de boxe, muai-thai, ate’ jiu-jitsu tem, cada uma separada; pras meninas, só fitness). Minha impressao é que, se eu quisesse mesmo aprender *boxe*, tinha que entrar na turma dos meninos (nao duvido que possa, porque tinha uma menina treinando nos aparelhos durante a aula e ela me pareceu bem durona). Como tinha muita menina novinha, nao deu pra avaliar se a boa forma é da idade ou do fitness boxe. :D

Pontos praticos: as duas academias ficam do lado de casa. A mensalidade da capoeira é 37 euros e a do boxe 35, ambas com contrato de um ano. A capoeira tem a vantagem de poder cancelar de 3 em 3 meses; o boxe só cancela se eu mudar pra mais de 30km de distancia (ou seja, nao cancela). A capoeira tem aula todo dia se eu quiser participar; o boxe sao só duas horas por semana.

Racionalmente estou pendendo pra capoeira, porque nela eu tenho (bem) mais chance de socializar, além de ser muito mais exercício pelo mesmo dinheiro. Além disso tenho a impressao de que o pessoal lá gosta de outras culturas, é mais aberto, e vai achar legal eu ser de fora, ao invés de olhar feio pra mim porque eu nao so qu alema, nao falo alemao, e nao atravesso a rua só com o sinal aberto. Mas ainda fico assim assim de estar fazendo capoeira na Alemanha. Não é meio bizarro?…

(quem recebe post por email – faca o favor de dar opiniao aqui no blogue, ou no gtalk, ou por email, ou por sinal de fumaca : )

Advertisements

7 thoughts on “Boxen oder Capoeira spielen?…

  1. Ih, levei bronca! Eu recebo os posts por email, mas confesso que apesar de ter achado os relatos da Yatch (é assim mesmo?) Week super legais, dava uma preguicinha de vir aqui comentar =)

    E olha, num acho “bizarro” fazer capoeira por aí, não. Muito pelo contrário… é ainda mais legal!
    Tipo, quantas pessoas podem dizer que apesar depois de ter morado em terras capoeirenses (existe isso, produção?) foram aprender a dançar a dita cuja na Alemanha?!
    Eu, do auge da minha sem-noçãozice, acho o máximo!

    Taí a opinião!

    Bj

  2. Te acompanho, mas sou preguiçosa. Adoro seus relatos sobre a vida na Alemanha. Adorei a série sobre a yatch week. E nao resisto a palpitar ainda mais com convovação! Tem que fazer o que vc ta com vontade,e vai ser melhor nao só pro seu corpo mas p sua mente. Bizarro é nao fazer o que ta com vontade. Beijos

  3. Super capoeira! Mata a saudade do português, VOCÊ vai poder rir do sotaque dos alemões, e não é só treinar por treinar, sem aprender algo útil (que só gastar caloria, sem competir nem nada, é chaaaaaaaaaato…) Capoeira! E ainda dá pra dar rasteira nos outros e ensinar os sobrinhos ;)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s