The Yacht Week, parte V e final

E finalmente chegamos na ilha mais fofa do roteiro: Hydra.

IMG_1773

IMG_1811

IMG_1805

IMG_1809

P1000278

Cidadezinha linda, um monte de restaurantes e bares na beira dágua, sorvete, iogurte, muitos mojitos, por do sol lindo… e pra terminar o dia, jantar fino num restaurante fofissimo.

P1000329

Sunset Restaurant

Apesar de ser meio estranho date de galera (porque jantar ‘a luz de velas em restaurante fino pra mim é date), foi uma das melhores refeicoes das ferias. As meninas racharam uma salada de Creta mais gostosa do mundo. Pena que nao tem foto… todo mundo que foi a Creta depois ficou procurando uma salada tao boa e nao achou. Restaurante de Hydra, um beijo pra voce!

Dia seguinte voltamos pra Lavrio, no percurso mais longo que tivemos. E por azar, o mar estava virado nos seicentos, e o vento super forte. O que deu pra fazer foi ficar na cama dormindo, porque levantar estava literalmente perigoso.

Parentesis pra falar que roxo foi a cor do verao: ate’ nos acostumarmos com o movimento do barco, todo mundo bateu, caiu, escorregou, ralou, trombou e outros verbos semelhantes. A cachaca tambem ajudou o pessoal a dar uma colorida nas canelas, bracos, costas… no final das contas, estavamos todos com uma cor diferente do que chegamos…

Nesse ultimo dia, ate’ ficar deitada estava sinistro – o barco pulava tanto que duas vezes eu tive que me segurar pra nao bater no teto da cabine (que é bem baixinho). Sai do quarto duas ou tres vezes, pra ver como estava la’ fora. Tudo que nao estava guardado bem fechado voando pelo barco – limoes, papeis, toalhas, copos. Dentro do barco, mais tres batidas que deixaram marca. La’ fora, água espirrando por os lados, gente enjoada, garrafas de água rolando pelo conves…. e o skypper tranquilao, que nem um lorde, sentado numa almofadinha LENDO UMA REVISTA. Como pode, meu deus? Nesse dia quem ainda nao tinha enjoado (se nao me engano só dois de nós) passaram mal tambem, e quem já vinha enjoando regularmente nao tinha mais estomago quando chegamos. Eu queria ficar do lado de fora, ver a vista, sentir a água batendo, mas nao rolou nao. Nesse dia, nem protetor solar a gente passou. Nunca foi tao bom chegar num porto :~

Em relacao a isso de enjoar – eu sou bem enjoadinha (literalmente e nao) e foi bem tranquilo. Claro que ler estava proibidissimo, e dentro do barco, ou era dormindo, ou era muito concentrada em alguma tarefa. Fora isso, no deque sempre, pra nao correr risco. E só enjoei mesmo um dia. O que ajudou é que tomamos sempre muita água e eu bebi pouco. Porque juntar ressaca e enjoo de navio… amigo, eu nao recomendo. So’ cura pulando n’água fria! :D

Entao quando chegamos em Lavrio, foi meio alivio pra todo mundo, mas ninguem estava super no clima de balada. E tambem estava todo mundo morto (porque tomar sol e beber o dia todo cansa!). Jantamos que nem uns bois e dormimos cedo pra entregar o barco no dia seguinte.

Tchau, barco! Tchau, Yacht Week! Vem, ferias na Grecia!

P1000004

Avaliacao final da YW Grecia: é bom porque nao tem como ser ruim. Sol grego. Lugares lindos. Água quente. Comida deliciosa. Companhia razoavel (já que voce mesmo escolheu, né!). Mas eu esperava varias coisas diferentes. Eu esperava ficar mas tempo dentro dágua. Eu esperava mais interacao entre os barcos, nao só de noite nas baladinhas, mas durante o dia, na água. Eu esperava ter mais tempo pra conhecer as ilhas pelas quais passamos. Muitas nessas coisas tem a ver com nosso barco ser lento e as ilhas serem longe. Talvez fazer os outros circuitos (com barcos mais rapidos) nao tenham esses defeitos. As mesmas musicas over and over foi bem chato, e os participantes deslumbrados tambem. Dizem que o YW da Croacia é mais balada ainda, e que o da Italia é mais relaxado, mais conhecer os lugares e menos festa. A ver :D

Dito isso, passar uma semana morando num barco, conhecer ilhas lindas, parar pra nadar no meio do nada com peixinhos beliscando os pes e Bitous tocando la’ no barco, tomar mojitos no deque, tirar soneca na boia grande… é pra contar pros netos.

E de ficar com essa cara ai.

IMG_1740

Advertisements

The Yacht Week, parte IV

No dia seguinte, mais água, mais vida mansa, mais diversao. Esse foi o dia que finalmente resolvemos encher todas as boias. Nao sei por que nao o fizemos antes – talvez nesse dia alguem tenha perdido a paciencia deixando agua do mar cair na cerveja DE NOVO e resolvido facilitar a vida :D

P1000183

Like a boss

P1000216

Passar sandaum tambem foi fadiga.

Foi nesse dia tambem que lembramos de encher os milhares de baloes de água que levamos pra jogar nos outros barcos :D Os meninos improvisaram com uma bomba de ar que virou bomba de água, e fomos enchendo os baloes no caminho.

P1000180

Da pra ver um balao laranja voando!

P1000176

Prepare to be boarded!

Pena que nosso barco era o mais lento – só conseguiamos atacar outros barcos quando ELES passavam pela gente! Mas foi divertido ainda assim.

Nesse dia paramos em Dhokos, que é uma baia sem cidade. Parece legal, ne?

P1000228

Longe da civilizacao

Lindo, porem nao exatamente superlegal. Porque nesse lugar lindo ai nao tem restaurante, nao tem agua e nao tem luz. Pra compensar, a Belle fez o melhor macarrao da historia (pra ter ideia, tinha cogumelo, e eu nao gosto de cogumelo) e eu aprendi a fazer Gigi, um drink com gin que é fantastico. Falarei dele depois (porque já comprei o gin e já fiz em casa e ja’tirei fotos :D).

Utilidade publica que nao falei ainda: banheiro do iate. Pequeno, super funcional. O problema era so’ que, pelo barco ser pequeno, os tanques de água tambem. E vou dizer sem escrupulos que todo mundo pulou um dia de banho, pelo menos. Mas tudo bem, passavamos o dia na agua, ne? :) Os meninos grandes tambem acharam tudo um pouco apertado – mas pra mim nao teve problema nao. Tomei banho fora do barco (de mangueira e biquini, estilo big brother) duas vezes – pra lavar o cabelo era muito mais facil.

E pra lavar o cabelo, comprei um xampu que eu gostei muito. Eu rodei a cidade atras de um xampu e de um leave-in que tivessem protetor solar, porque água e sal e sol estragam minha unica beleza. Ate’ encomendei um vidrinho do bom e confiavel Seda Verao para Pentear :D Mas acabei encontrando esse conjunto que valeu 20 dinheiros. Minha unica reclamacao é que o xampu baba na mala e gastou um pouco sem eu usar!

Pool & Sea

O xampu é tao hidratante que só tem ele no kit. O outro produto é um leave-in pra proteger o cabelo durante o dia. Eu, que acho que xampu só lava os cabelos!, fiquei muito impressionada. Lava sem destruir e ainda hidrata. Fenomenal.

Já o leave-in… protege de verdade. A unica reclamacao é que meu cabelo ficava um pouco duro, mas em compensacao (como sempre que eu uso gel) os cachos ficavam lindos e definidos. O mesmo comentario do outro post – serve pro cabelo ficar lindo, mas nao rola pra dates com cafuné e mao na nuca por baixo do cabelo :D Durante o dia, no sol, era ele mesmo. Depois do banho, oleo de amendoas e Seda Hidraloe :D O resultado é que voltei de ferias com o cabelo bem mais hidratado que eu esperava e estou guardando o que sobrou pras proximas ferias na praia :D

The Yacht Week, parte III

O dia de Plaka foi o mais sem graca da viagem. Isso se da’pra dizer que passar o dia velejando por ilhas gregas seja sem graca.

IMG_1670

Vida sem graca

Mas a verdade é que achei a ilha sem personalidade, o jantar grego marromenos (a gente vai ficando chato com comida boa, ne) e a balada foi sem graca de tudo. As festas da YW sao otimas pra quem gosta de tuntz-tuntz, mas pra quem nao gosta, cansa. Era a mesma coisa tooooooooooda festa. Uma ou outra musica eu ja’ fui gostando, outras passei a gostar, mas… mesma coisa cansa. Mas se a balada tava chata, era so’ voltar pro barco, fazer uns mojitos e ouvir bitous :D

Em compensacao, durante o dia, teve um torneio de volei durante o dia e tiramos fotos debaixo dagua que ficaram fantasticas :D O skypper ensinou pra gente que o que dava certo era mergulhar fundo e tirar a foto subindo, pro cabelo nao ficar na frente. Ainda assim, tiramos milhares pra uma ou outra ficarem marromenos. Minha, acho que nao tem nenhuma decente.

IMGP0053

Milesima tentativa

Descobrimos experimentalmente que a complexidade de tirar uma boa foto aquatica é proporcional ao quadrado do numero de participantes.

IMGP0048

Essa nao rolou nunca

Momento pra falar da melhor ideia das ferias: as boinhas! Lemos que o pessoal leva boias grande e pequenas pra fazer bagunca na agua. Eu levei umas aqui de Ffm mesmo, pra nao correr o risco de faltar, mas nem precisou, que la’ tem em qualquer lojinha, ate’ mais barato. As boias grandes sao otimas, especialmente pra tomar um sol dentro da agua e nao derramar a cerveja – vao aparecer nas fotos ainda. Mas bom, bom mesmo, foram as boias de 50cm que eu levei. Essas aqui, o’:

IMGP0081

Boinha maravilha

Considere ai que 1) a gente parava em baias naturais pra nadar, com profundidades de 5, 10, 15 metros e 2) eu sou uma nadadora bem marromenos. E considere tambem que eu sou sempre a favor de evitar a fadiga. Entao, enquanto as pessoas ficavam batendo pes e bracos pra se manterem na superficie (a água lá é bem salgada, o que facilita muito, mas ainda assim) eu acoplava minha boinha nas pernas (ou na cintura) e ficava ‘a toa. Eu levei cinco dessas boias, mas so’ quem aprovou a ideia foi a Dedeh. E como elas sao pequeninas, dava pra gente levar na bolsa (desinflada) e encher na hora de pular no mar. Zero risco de afogamento, zero fadiga, so’ alegria. E alegria portatil.

Nesse campeonato de volei (que a gente perdeu depois de ter dado algum trabalho) tambem teve pintura pro corpo. De novo, todo mundo la’ se achando os bonitos maquiados e perfumados, e os mendigos do meu barco se lambuzando antes de todo mundo.

IMGP0122

Body paint

IMGP0124

Body paint

Dificil foi so’ tirar essa porcaria de tinta depois! Mas tudo bem, que ficar na água era nossa principal atividade mesmo :)

The Yacht Week, parte II

Rotina matinal: acordar, passar sandaum, comer alguma coisa com o barco balancando, ir pro deque tomar sol.

IMG_1640

Vida besta, meu deus.

Brincadeira. Na verdade cada um ficou mais ou menos encarregado de alguma coisa. Tinha gente que ajudava mais o skypper, tinha gente que fazia compras, tinha a cozinheira oficial, tinha a bartender oficial, tinha quem tomava conta da musica, tinha gente que ajudava na limpeza, e tinha gente que nao fazia pourra niuma. Infelizmente, nao fui eu, como podemos ver abaixo.

IMG_1678

Lere no barco

Da’ pra fazer de tudo no barco, que tem geladeira, fogao e ate’ forno. O problema é que ele tem uma mania de ficar balancando. Disse a Belle que barco grande nao é assim nao, que mal se percebe o movimento. Mas no nosso barquinho… eu precisava concentrar no que estava fazendo e ir logo pra fora – com seis copos ;)

IMG_1679

Finalmente, mojitos

O barco vem equipado com tudo quanto é utensilio de cozinha – ou pelo menos a Belle nao reclamou, e olha que ela gosta daqueles bem especificos, que so’ a Dani sabe o nome. Compramos copos e pratos de plastico so’ pra nao ter que ficar lavando. Infelizmente ainda nao inventaram panelas e bowl de plastico…

IMG_1702

Salada grega paulista

IMG_1699

Tomando uma no deque

De tardinha paramos em Ermioni, uma cidadezinha fofa, e rolou a festinha mais legal da semana, porque foi de dia. Pena que nas fotos nao da’pra ver, mas o lugar onde foi a festa é lindo, e tem água do lado! Nos disseram que dava pra nadar, entao fomos com nossos biquinis e nossas boinhas (ainda vou falar de boinhas). O pessoal estava todo arrumadinho e bonitinho, mas logo que eu e a Dedeh pulamos dentro dagua o pessoal foi vindo junto :D

P1000119

Day Party TYW

IMGP0031

Abrindo a pista

Foi a festa mais legal que tivemos, mesmo porque acabou razoavelmente cedo e estavamos muito mais vivos no dia seguinte :D O lugar era lindo, todo mundo feliz e animado, e dava pra entrar dentro d’água! Nessas festinhas os pessoais dos diversos barcos se encontram e é bem divertido. Nas fotos e videos achei que seria mas clima de azaracao (e putaria) mas nem foi. Eu gostaria de ter conhecido mais a galera, mas como so’ encontramos nas baladas, nao dava pra socializar muito, com a musica alta. Minha impressao é que a galera socializa mais entre as pessoas do mesmo barco, mesmo – ainda mais porque os barcos sao bem mistos, alguns sao de amigos dos amigos dos amigos dos amigos. De todo jeito, deu pra conhecer um pessoal legal dos outros barcos, bater papo e trocar feicibuqui.

The Yacht Week, parte I

(eu nao morri! so’ tava de ferias :D como tem milhares de fotos e milhares de causos, vou dividir as noticias de viagem em varios posts. aguardem)

Ano passado, passeando pela Croacia, eu e a Dedeh vimos a galera da Yacht Week fazendo festa e dissemos: ano que vem queremos ir tambem. O planejamento foi quase de doze meses: acertamos ferias,  procuramos gentes que topassem a empreitada, escolhemos barco, fizemos mil esquemas de pagamento, pesquisamos informacao, compramos coisas, fizemos planos, fizemos dieta, contamos os dias e fomos. Yey!

Como nao achei nada em portugues sobre a Yacht Week, vou aproveitar pra escrever sobre dicas gerais tambem, caso alguem va’ :D No site do evento tem um montao de fotos, filmes, dicas… mas muita coisa ficou faltando.

IMG_1381

Nosso barco, o Stella

A ideia do evento é que voce junte seus amigos e alugue um iate pra passar uma semana velejando. O skipper, que é quem veleja mesmo, vem junto – voce deve trata-lo como um amigo, e é responsavel por alimentar o cara e tomar conta dele. O iate é caro,  mas se pensar que ele inclui uma semana de hospedagem e transporte, nao é tao caro assim. E quanto mais gente no barco, mais barato fica. Durante o dia, o barco veleja, parando em baias naturais ou perto de praias bonitas. E toda noite tem festa do evento, cada dia em uma ilha diferente.

Como conseguimos pouca gente, fechamos um barco pequeno. O que nao sabiamos é que pegamos um dos barcos mais lentos de toda a frota. Eu tinha a expectativa de ficar o tempo todo na agua, que é o que aparece nas fotos e filmes da YW. Mas como eramos o primeiro barco a sair de manha e o ultimo a chegar de noite, tinhamos menos tempo de agua que os outros barcos. Mas pelas fotos, vai dar pra ver que tivemos bastaaaaaante tempo de agua :D

A primeira noite foi em Lavrio, que é uma cidadezinha perto de Atenas, onde tem o porto de onde saimos. A cidadezinha é fofa!

IMG_1458

Porto de Lavrio

IMG_1388

Restaurante fenomenal, Belle aprova :D

IMG_1394

Uma das poucas fotos de todo mundo, dessas que ninguem sai bem

Primeiro dia foi fazer compras e fazer checkin no barco. E na primeira noite ja’ teve balada! Devido ao nivel alcoolico e ao fato de que minha mae vem nesse blogue, nao tem fotos :D

No dia seguinte, pe’ na estrada. O skypper, Chris, ensinou a gente (ou alguns de nos) a fazer as coisas que precisava pra ajuda-lo – subir e descer a ancora, mexer nisso, naquilo. Durante a navegacao tambem dava pra dormir, cozinhar, fazer drinks, e tomar um sol no conves :D

P1000048

Sunbathing on the deck

Primeiro dia ja’ teve paradinha em baia natural pra finalmente entrarmos dend’água. Yey!

P1000066

Vista do Stella

P1000064

Finalmente dend’água!

A primeira parada, Poros, é uma ilha bem bonitinha. Fomos direto pra uma prainha chamada Love Bay, e la’ teve festinha dend’agua. Depois, quase direto pro jantar, todo mundo junto. Alias, pausa pra uma dica de ouro: compramos um protetor solar once-a-day, que cumpriu tudo que prometeu. Procurei bastante aqui na Alemanha e nao achei nenhuma outra marca; mesmo essa, tivemos que importar tres vidros da Inglaterra, a preco de ouro – 30 dinheuros cada vidrinho. Mas oh, valeu muito! De manha cedo tinha a chatissima sessao de passamento de sandaum (porque protetor solar pra mim chama sandaum), mas depois acabou, nunca mais! Pra ser sincera, depois de tomar cafe’ da manha e escovar os dentes, eu reaplicava no rosto, por desencargo. Eu fui a mais seria em relacao a isso (passar creme direitinho, usar chapeu sempre que possivel, ficar na sombra, nunca tomar sol no rosto) e fiquei bronzeada sem descascar. Ouvi gente dizendo que vai seguir minhas sugestoes no proximo verao ;)

Chega de papo de sandaum, vamos ‘as fotos de Poros!

IMG_1469

Porto de Poros

IMG_1480

Love Bay Beach, Poros

IMG_1478

Love Bay Beach, Poros

IMG_1492

Por do sol em Poros