Seis meses

‘As vezes, voltando pra casa, eu fico pensando como ‘e que isso foi acontecer. Como ‘e que alguem aqui na Alemanha achou boa ideia oferecer um emprego pra uma menina que nunca nem tinham visto, so’ por Skype. E como ‘e que essa menina teve a audacia de largar tudo, inclusive a empresa que era o amorzinho do coracao dela, pra vir morar uns anos numa cidade que nunca tinha visitado, num trabalho que nunca tinha feito, numa lingua que nunca tinha aprendido.

Diz que a sorte acompanha os audazes.

***

Entao ontem fez seis meses que eu cheguei.

Eu tinha na minha cabeca que os seis primeiros meses iam ser os mais dificeis. Por ser fase de adaptacao, por ser inverno, por eu nao conhecer nada, por ter que resolver um monte de pendencias. Eu saber que iam ser dificeis nao fez eles ficarem mais faceis; muito choro, ranger de dentes e mimimi. Eu sempre soube que, se fosse o caso, eu podia ir embora. Podia emburrar, fazer bico, fazer as malas e largar tudo aqui. Mas apesar de todo o drama, nem foi preciso. Estou aqui pra ficar.

Hoje comeco a contar meus dois anos aqui. Podem vir!

Advertisements

2 thoughts on “Seis meses

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s