Entre o portugues e o alemao

Vi que a moca do caixa tinha uma bandeira brasileira no nome e perguntei se podia devolver o roteador se nao funcionasse. Ela ficou surpresa de eu falar portugues e comecamos a bater papo. Sotaque delicia de Recife.

Dai ela contou que estava ha’ dois anos em Frankfurt, que falava alemao fluente, que o que nao falava direito mais era o portugues, que alemao era mesmo uma lingua dificil de aprender. Dai eu disse que tudo bem, que era bom pra eu ver exemplos de gente que tinha conseguido aprender (e pensei, caramba, e como aprendeu rapido). Ela riu e disse que nao, ela nao valia, porque tinha se criado em alemao.

Eu fiquei um tempo tentando entender que giria ‘e essa (‘se criar’ em carioques tem outro sentido) ate’ que entendi que ela nao falava MESMO direito o portugues e que morava na Alemanha DESDE os dois anos.

Aaaaah.

***

Conversando com a menina que faz aula de danca comigo – voce estuda aqui em Frankfurt? Ela respondeu que nao, que estava no colegio.

‘E que ‘studieren’ ‘e um verbo que quer dizer ‘fazer faculdade’ e nao ‘estudar’. Estudar, termo geral, ‘e o porcaria do ‘lernen’ (que significa tanto estudar quanto aprender – ou seja, em alemao se estuda tem que aprender). E’ uma bobagem, mas achei tao legal entender o que ela tava queria dizer :)

Advertisements

O nao eu ja’ tenho

Quando eu tava na Bahia, aprendi que ‘o nao eu ja’ tenho’. E’ a forma deles de dizer que, se voce nao perguntar, voce nem corre o risco de levar o sim. Totalmente alinhado com uma das minhas frases preferidas (‘a sorte acompanha os audazes’) e com minha de pau : )

Foi nessas que eu disse pra vovo’ que eu queria sim morar aqui, foi assim que eu pedi pra professora de alemao pra mudar pra turma dela que era mais avancada, e foi nesse espirito que, depois de descobrir que nao tinha horario de aula de iniciante de danca do ventre, pedi pra tentar entrar na ‘iniciantes com experiencia previa’.

A professora respondeu que nao era bem iniciantes com experiencia, era mais intermediario mesmo, mas vem ca’ e a gente faz um teste. Dai fui la’.

(parentesis – aula quinta feira ‘a noite na Savassi? nao podia ser melhor, haha)

Chegando la’, a professora perguntou quanto tempo eu tinha feito de aula (exagerei pra seis meses – mas a gente tinha duas aulas por semana, entao me senti no direito de dobrar o tempo) e ela fez uma cara de ‘eeeeeeeh, veremos’. Ai eu fui pra aula toda determinada a fazer tudo direitinho e mostrar que sou a irma mais sem jeito da Shakira.

E nao ‘e que funcionou!? Funcionou, genteeee! Finalmente uma coisa que eu faco bem aqui na Alemanha! Todo mundo (inclusive a professora) ficou impressionado e ate’ me elogiaram! E no final a aula, quando eu perguntei o que acontece se eu tivesse que matar uma aula, a professora respondeu que eu podia repor na turma de segunda – a turma avancada!

Agora coloquemos as coisas em perspectiva. Na minha primeira aula no Rio, a amiga que foi comigo RIU de mim. Um riso abafado, daqueles ‘desculpa, nao deu pra segurar’. E meu apelido na aula era Lombriga. E teve um dia (nunca me esquecerei) que eu estava toda concentrada tentando fazer um movimento, e a professora diz, toda seria tambem, ‘otimo, otimo, assim mesmo, mas agora faz BONITO’.

Bom, independente da falta de talento, agora tenho aula de danca toda quinta feira, num estudio super bonitinho na Savassi, perto de tudo, e a aula e’ otima. A professora faz um montao de alongamento e exercicio (barriga doi ate’ hoje) e pra ser sincera ela esta’ muito aquem da professora que eu tinha no Rio, mas a lombriga aqui ainda ta’ longe de precisar de uma professora super expert, entao tudo bem. E a gente fez aula com veu e musica da Sharira e foi taaaao legal!

Verao 2013, me aguarde!

O feminismo e o muquiranismo

‘As vezes eu acho que meu feminismo e’ so’ uma forma bonita do meu muquiranismo, de tempo e de dinheiro.

Parei de usar brincos faz uns anos porque irritavam minhas orelhas. Naquela ‘epoca as pessoas se preocupavam mais com as orelhas alheias, acho, porque fui perguntada varias vezes por que nao usava. E ouvi tantas vezes, ‘e’ so’ comprar brincos de ouro, uai’. Como se fosse a coisa mais normal desse mundo comprar coisas de OURO porque as que voce tem, nao pode usar.

Hoje nao uso um monte de coisas com as quais eu gastava nao so’ dinheiro como tempo. Brincos, por exemplo – a graca ‘e ter um tantao, e trocar sempre – assim como as bolsas. Conheco gente que usa um brinco so’, mas acho que ‘e excecao. A maquiagem foi dificil largar, porque a danadinha funciona. Mas e’ so lembrar o tempo que eu gasto colocando e, pior, tirando a maquiagem, que me da’ vontade de economizar esses minutinhos de sono. Os acessorios so’ tomavam meu tempo. Eu reconheco que um lenco, um cinto, um colar mudam totalmente a producao. Mas isso era na ‘epoca que eu achava muito importante ser gatinha no escritorio, e tambem tinha mae por perto pra fazer as producoes. Meu sonho atual ‘e ter um guarda-roupa de trabalho em que tudo combine com tudo e eu so’ precise pegar uma parte de cima, uma parte de baixo e um par de sapatos, aleatoriamente. Se possivel, sem nem acordar. A coisa ta’ ficando tao monocromica que em breve chegaremos la’ : )

Existem varias pesquisas que dizem que as pessoas mais bonitas ganham mais, e sao mais promovidas, e coisa e tal. Por enquanto, esse possivel aumento ai nao ta’ pagando a minha boa vontade, nao. Prefiro fazer companhia ao tanto de gente feiosa e despreocupada que tem nesse mundao velho sem porteira :)

Mudanca

Pra quem acompanhou em episodios, teve muito mimimi. Como aqui eu vou fazer um apanhado, vai ter menos choro!

A novela comecou comigo chegando atrasada pra receber a entrega da Ikea e o pessoal deixando tudo *na chon*. Depois me contaram que eles nao levam mesmo pro andar que voce mora; a entrega ‘e na porta do predio, nao na porta de casa. O fato ‘e que, de repente, eram tres da tarde e toda a minha mobilia estava do lado de fora da casa.

mov

“Parece cena de filme!”

A vontade que deu foi de sentar no chao e chorar – mentira, eu fiquei eh feliz de eles nao terem ido embora com movel e tudo. Botei um tenis e comecei a subir com os moveis. Na decima sexta vinda, levei a coisa mais pesada que tinha – o colchao de 36 quilos. Levei ‘e maneira de dizer – foi um processo de uns quinze minutos, comigo tombando o colchao na escada, deixando ele ancorado com alguma outra coisa pesada, subindo a escada e puxando ele de cima ate’ chegar. Tres lances de escada. Quase morri, mas o colchao chegou.

Nisso so’ tinha sobrado as coisas mais pesadas que 22 kg (todos os pacotes tem o peso escrito) e eu ja’ estava me preparando pra fazer uns meses de academia antes de carrega-los pra cima, quando uns mocos que estavam cortando arvores na rua apareceram pra ajudar. Em dez minutos estava tudo em cima, inclusive o sofa, que nao tinha jeito de ser de uma pessoa so’. Ah!, maravilha! Fiquei tao feliz que montei logo uma mesa e duas cadeiras :)

No dia seguinte abri algumas das coisas grandes (armarios e cama) e comecei a ficar desesperada. Sim, porque nao tinha a menor chance de eu montar sozinha. E eu tinha chamado um monte de gente, mas ninguem tinha dado certeza que ia a nao ser uma amiga brasileira que ‘e ponta firme. Pior dos casos, duas meninas pequenas, mas duas. Outra questao aflitiva ‘e que eu tinha que devolver o ap antigo no domingo. Ou seja, era o tempo contadinho de montar tudo (ou o que desse) no sabado e fazer a mudanca no domingo, na tabua da beirada.

2013-04-18 21.28.02

Panico pre-montagem de moveis

Acabou que a sorte acompanha os audazes e quem tem amigos que tem parafusadeira eletrica nao tem medo.

Vieram a brasileira e dois amigos (delas, e melhores amigos meus, agora), cheios de ferramentas; a minha gerente emprestou uma segunda parafusadeira e o martelo, e das dez da manha ‘as cinco da tarde, tudo ficou pronto. Tudo!

Disse a amiga que nunca viu ninguem tao feliz montando moveis. Sou eu!

IMG_0237

Acertando o fundo do armario com o Dominik

A cama, enorme, foi o que deu mais trabalho pra montar. Foram quase duas horas do trabalho de tres pessoas. No comeco, com todas as pecas espalhadas pelo chao, teve gente que duvidou que fosse virar uma cama.

IMG_0247

Cama espalhada

Mas em breve ela comecou a tomar forma de cama com gavetas…

IMG_0260

Half way there

E no final ficou pronta, com colchao de 36 quilos em cima!

IMG_0273

Fertig!

Eu tinha enchido a geladeira de cerveja mas acabou que nem tomamos. Ou seja, o pessoal esta’ convidado pra voltar e terminar o servico.

No final da tarde ainda deu tempo de fazer duas viagens de carro (da amiga) levando e trazendo as coisas do apartamento velho. E de noitinha, ainda fomos tomar uma cerveja comemorativa!

No domingo, lavei todas as roupas que eu podia e precisava – ainda nao tenho maquina de lavar na casa nova. Fechei o ap antigo com a chave dentro (foi assim que me mandaram fazer) e vim dormir a primeira noite de muitas na casinha nova.

Tou contente e tenho casa! : )

Seis meses

‘As vezes, voltando pra casa, eu fico pensando como ‘e que isso foi acontecer. Como ‘e que alguem aqui na Alemanha achou boa ideia oferecer um emprego pra uma menina que nunca nem tinham visto, so’ por Skype. E como ‘e que essa menina teve a audacia de largar tudo, inclusive a empresa que era o amorzinho do coracao dela, pra vir morar uns anos numa cidade que nunca tinha visitado, num trabalho que nunca tinha feito, numa lingua que nunca tinha aprendido.

Diz que a sorte acompanha os audazes.

***

Entao ontem fez seis meses que eu cheguei.

Eu tinha na minha cabeca que os seis primeiros meses iam ser os mais dificeis. Por ser fase de adaptacao, por ser inverno, por eu nao conhecer nada, por ter que resolver um monte de pendencias. Eu saber que iam ser dificeis nao fez eles ficarem mais faceis; muito choro, ranger de dentes e mimimi. Eu sempre soube que, se fosse o caso, eu podia ir embora. Podia emburrar, fazer bico, fazer as malas e largar tudo aqui. Mas apesar de todo o drama, nem foi preciso. Estou aqui pra ficar.

Hoje comeco a contar meus dois anos aqui. Podem vir!

Montando moveis da Ikea

Em vinte passos faceis e praticos!

1. Com uma faca, corte todas as fitas adesivas da caixa. Cuidadinho caso tenha alguma coisa cortavel la’ dentro. Tambem vale destruir a caixa, mas e’ legal colocar o papelao embaixo da peca que voce vai montar, que ai protege o chao e o movel.

2. Ache as instrucoes e os parafusos e pecinhas. Abra o pacote de pecinhas e coloque tudo no balde (ou no copo, ou na cumbuca). Deixar no chao ‘e pedir pra perder.

2013-04-17 18.01.20

Instrucoes e pecinhas

3. Leia as instrucoes todas. Leia ‘e maneira de dizer, porque nao tem nada escrito – so’ desenho. Veja todos os passos e repare no que vai no que nos passos seguintes. Isso ajuda a perceber as diferencas entre os lados das pecas, no passo seguinte.

2013-04-17 19.37.41

Ta’ facil!

4. Dica mais importante: as pecas sao diferentes, ou nao sao simetricas.

Cada peca que passar na sua mao deve ser cuidadosamente examinada pra ver se ‘e inteiramente simetrica ou nao. No caso de ela nao ser simetrica, procure cuidadosamente no desenho de que lado ela aparece. O desenho nao ‘e 3d, entao so’ vai te mostrar uma face da peca – voce tem que descobrir qual ‘e aquela face. Bom, se a peca for simetrica, todas sao aquela face. Mas se nao for, ‘e muito importante colocar a coisa do lado certo.

Por exemplo nesse caso ai – essa coisa cilindrica so’ tem essa fenda de um dos lados. Se voce a coloca com a fenda pra baixo, depois nao consegue acertar ela com a chave de fenda.

2013-04-17 19.39.29

Pecinha enganosa

Tem duas pecas parecidas? Confira se elas sao mesmo, mesmo iguaizinhas. No exemplo da cadeira, sao 2 pecas curvadas e duas retas, certo?

2013-04-17 19.42.26

Certo?

Naaaao, so’ uma das pecas curvadas tem furo pra parafuso, e so’ na peca de cima da cadeira vai parafuso. Claro que eu so’ descobri isso quando o parafuso nao entrou e tive que desmontar tudo. Licao aprendida.

2013-04-17 19.42.18

Ali a que nao tem furinho

Outra dica – se tem um detalhe do desenho que voce nao usou (ainda), ‘e provavel que esteja fazendo alguma coisa errada. Ah!, se nao estiver cabendo, se estiver parecendo torto, se parecer que aquilo nao entra ali… ‘e provavel que nao caiba e que voce esteja fazendo errado. O approach ‘tentar tudo com tudo’ ‘as vezes ajuda.

5. Na hora de colocar parafuso, coloque todos pela metade, depois continue apertando. Facilita caso no meio do trabalho voce perceba que fez alguma coisa errada. E tambem acho que ajuda a ficar mais certinho – pra trocar pneu de carro a gente faz isso tambem, certo?

6. ‘As vezes, o manual esta’ errado. Sad but true – acontece. Nessas horas tem que ir na coragem e montar o que parece ser certo. Ou perguntar pro amiguinho o que ‘e que voce esta’ lendo errado.

7. Quando sao milhares de pecinhas, ajuda colocar todas separadinhas por tipo numa forma de gelo. Eu usei formas de gelo grandes, normais, tambem, mas a foto foi da pequena.

IMG_0230

May the nails be with you

8. Se precisar virar o movel, tem que ser de duas pessoas. Carregar tambem ‘e bom ser de dois, pra nao machucar. Na verdade montar de galera ‘e muito mais divertido, mesmo que nao precise de duas pessoas. O ideal ‘e chamar amigos bem humorados e talentosos, como os meus!

IMG_0227

Armario antes

 

arm

Armario depois.

O escorredor e a tranqueirolandia

Quando eu resolvi montar casa, eu queria uma casa minimalista. Primeiro porque o minimalismo combina com meu muquiranismo – eu queria gastar o minimo necessario na casa, pra poder gastar com luxos e orgias (mentira, com cerveja e viagem). Segundo porque eu me mudo de tempos em tempos e quero ter o minimo de coisas pra carregar de um lado pro outro.

E depois porque minimalismo e’ bonito. :D

Com os moveis foi facil. Eu listei o que queria fazer em cada aposento (no quarto, dormir, estudar, guardar roupas) entao comprei apenas os moveis que eram necessarios pra isso (cama, escrivaninha, armario).

Com os utensilios de cozinha nao foi facil mas a Lud estava aqui e fizemos uma lista de tudo que era absolutamente necessario, e so’ isso. Ela foi junto na Ikea e deu tapas na minha mao quando eu tentava colocar no carrinho coisas que nao estavam na lista.

Agora, estou ‘as voltas com as coisas que nao sao necessarias, mas sao legais. Por exemplo, notei que preciso de um escorredor (mas posso deixar os pratos e copos empilhados secando sem um escorredor, ou seca-los na mao com um pano de prato) e tambem de um organizador de gaveta (ou posso deixar os talheres todos jogados na gaveta sem nada pra separa-los).

Ao mesmo tempo que eu nao quero ficar comprando tralha, eu vejo que essas coisas ‘e que fazem a diferenca entre o conceito de ‘casa’ e o conceito ‘casa de praia’. Casa ‘e onde tudo funciona bem e cada coisa tem seu lugar e tudo que voce precisa esta’ la’. Casa de praia ‘e onde nada tem, mas tudo se arranja de algum jeito, tudo fica com aquela cara de provisorio, e tudo bem porque so’ ficaremos aqui um mes mesmo.

Meu medo ‘e comecar com duas lixeiras, um escorredor e uns separadores, e acabar acumulando uma tralha interminavel, porque vou querer outras coisas depois. E se o escorredor for uma porta disfarcada para a tranqueirolandia!?

Chaves na mao

Peguei as chaves da casa nova :D

Mais momentos de tensao com a vovo’ – ela perguntou se eu estava feliz com a casa nova, eu entendi que ela estava falando do tempo, dei uma resposta que nao fazia o menor sentido com a pergunta, e so’ depois percebi o que ela estava falando. Mas depois a conversa melhorou :)

Tenho um montao de chaves (porque ‘e a casa com mais portas que eu ja’ vi), um espaco pra guardar bagulhos no porao, e um monte de chao. Ja’ posso comecar a levar as coisas de cozinha, e quarta feira chegam os moveis!

Noticia assustadora: a moradora do ap de cima ‘e a irma’ da vovo’; entao alem de uma vovo’ eu ganhei uma tia-avo’. Mas como sao dois andares de escada, nao ‘e possivel que a tia-avo’ seja tao velhusca quanto a vovo’. Quem sabe ‘e uma tia-avo’ cocota!? De qualquer maneira, vou ter que revisar meu plano de me apresentar pros vizinhos em ingles.

Noticia bem melhor: conheci por acaso o cara que mora no ap de baixo. Novinho, fala ingles fluente, trabalha no mesmo bairro que eu, e pareceu super gente boa. Do tipo que, se a festa estiver incomodando, aparece pra tomar uma junto. A conferir.

Vou ali transportar umas panelas e volto dja’.

Old fashioned

O Old Fashioned ‘e um bar que fica (adivinha onde?) em Sachsenhausen.

Mais uma indicacao do Fakir. Fica do lado do meu bar preferido, entao eu passo la’ as vezes. Sabe festa estranha com gente esquisita? Entao, so’ que bom. Todas as vezes que entrei, a musica era muito estranha e ainda assim otima. Teve um dia que parecia musica dos balcans; ‘as vezes tem musica antiga tipo charleston e swing. Nesse dia que tiramos foto, foi o mais legal – tinha um DJ tocando musica e um cara no piano improvisando por cima. No meio da noite, ele tirou um saxofone e fez a mesma coisa. Achamos tao legal que no final da noite aplaudimos e batemos um dedo de prosa com os caras :)

Muita gente estranha, com roupas engracadas, dancando engracado, muito cada um na sua. Tem umas mesas no fundo que sempre tem uns casais, mas nao ‘e lugar de levar date. Acho que ‘e lugar de levar um prospecto, assim pra averiguar se ele ‘e cool e tem bom gosto musical, hehe.

2013-03-08 01.47.02

Um martini e um old-fashioned

Com esse nome, eu esperava bastante dos coqueteis do lugar, ne? Bom, essa ‘e a unica tristeza. Nao da’ pra dizer que os drinks sao ruins ou mal-feitos; mas tambem nao ‘e a melhor drinkeria da cidade.

Como nao paga pra entrar, o clima ‘e otimo e a musica ‘e excepcional, vale demais uma visita e uma cerveja. E quem sabe um old fashioned :)

Ikea

Ontem respirei fundo e fui na Ikea.

Foram seis horas, SEIS, pra escolher tudo, anotar, conferir que tudo cabia (sim, eu levei a planta baixa da casa e montei as figurinhas dos moveis onde deveriam caber), pagar, acertar a entrega. Isso porque ja’ estava quase tudo escolhido, com palpites de mae, irma, tia, padrinho e primo. Mae, sessenta centimetros entre a mesa da cozinha e a pia ta’ tudo bem, ne?

Ikea no sabado ‘e meio zoneado – tem muita familia, muita crianca. Eu fiquei me sentindo meio triste e sozinha de estar escolhendo tudo e montando casa sozinha… mas quando sentei pra revisar e fazer as contas, fiquei atazanando meus amigos pela internet e me senti menos solitaria.

2013-04-13 18.25.37

Fazendo a lista e as contas

A ideia basica se manteve – eu comprei tudo que precisava, o mais barato possivel. As excecoes foram o colchao (a Ju nao me deixou comprar o que eu queria, baratcheeenho – provavelmente vou agradece-la durante uns anos) e o ‘barzinho’ pra sala, que eu nem precisava, e nao precisava custar 100 euros, mas ne’ – mais vale um gosto que um tostao no bolso. Outras coisas tambem poderiam ter sido mais baratas – mas ai eu teria uma cama sem gavetas embaixo (e onde mais se guarda roupa de cama?) e umas estantes sem porta, deixando a bagunca ‘a vista. Pra compensar, economizei em tudo o mais.

A conta final dos moveis deu 1500 euros – considerando 150 euros de transporte. Eu queria pedir a montagem, mas so’ tinha pro comeco de maio, e eu preciso me mudar essa semana!, entao tou procurando uns amigos simpaticos que gostem de apertar uns parafusos em troca de umas cervejas sabado que vem. Hein, hein?

Eu ja’ tinha gasto 200 euros com coisas basicas de cozinha (copo, prato, panela, talher), edredons e travesseiros, e gastei mais 100 com genericos (roupa de cama, varal, tapauer, cabide, cesta de roupa). Ou seja – ainda tenho 200 do budget total de 2000 para embelezar a casa – almofadas, tapete, quadro de cortica, contratacao em chocolates da Lud que jurou que vai fazer um contact dos Bitous pra eu colar na parede.

No final das contas, apesar do mimimi de me sentir sozinha e nao conseguir fazer tudo por minha propria conta, estou me sentindo adulta e responsavel. E velha e aborrecida, tambem. E semana que vem, vou ter minha ‘propria’ casa na Alemanha :D